domingo, 12 de abril de 2009

Idéia para um livro

Um homem superdotado acha que todas as outras pessoas do mundo são loucas, e ele o único normal.
Sendo o único diferente no mundo inteiro, ele é perseguido por várias pessoas, que conseguem capturá-lo e logo depois jogá-lo num lugar semelhante a um hospício, de onde ele consegue fugir facilmente.
Ao voltar pras ruas começa a se aproveitar de sua mentalidade avantajada e cria um plano perfeito. Engana a todos, fica milionário de forma relativamente fácil e percebe então que tudo aquilo é inútil quando se vive completamente sozinho.
No final da história, uma pessoa o encontra jogado no chão de um galpão, comendo furiosamente todas as notas de sua fortuna, se cortando com um pedaço de vidro e dizendo frases completamente sem sentido. Conlui-se então que louco era ele mesmo, desde o início.

13 comentários:

  1. Um dia isso vira roteiro pra cinema. Desenvolve que pode dar certo. Aliás, valeu por comentar no meu post no DPNE!

    ResponderExcluir
  2. E essa ambição, onde nos leva, em? É o mundo capitalista. E triste.

    ResponderExcluir
  3. gostei daqui tb. arrumei um novo vizinho. está add lá. beijos

    ResponderExcluir
  4. gostei dessa história :)
    e vou te 'linkar' lá sim

    ResponderExcluir
  5. Concordo com o Charlie, parece roteiro de cinema!!
    Já adicionei vc!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. lerei o livro com muito prazer!
    gostei daqui, vou te colocar nos favoritos, beijão!

    ResponderExcluir
  7. já te adicionei vio, conversaremos em breve

    ResponderExcluir
  8. adorei a estoria, mt maneira msmo

    ResponderExcluir
  9. ah, mas todo mundo tem um pouco de louco, um dia vem a tona com força e parece q o cara é mais louco q todo mundo... [maisoumenosassim]
    beijos

    ResponderExcluir
  10. realmente -sei que não feitra prara esse sentido-engraçado. devo ter pensado antes nisso ,e de alguma forma ler seu post ativou uma piada inconsciente ...

    ResponderExcluir
  11. cara; adorei; sério mesmo; se tiver um livro assim um dia; quero ler; *---*
    Adoro ler sobre a loucura; elas influenciam;
    e é muito bom aprender a controla-la

    ResponderExcluir